29 Dez 2015 47
Clube do Sono
#clubedosono #dicas

Que atire a primeira almofada o dorminhoco que nunca fez uma lista de resoluções de ano novo!

Vamos ser sinceros: todos já passamos por isso, não já? Escrevemos listas enormes com objetivos pouco realistas — para não dizer mesmo absurdos; começamos o ano novo cheios de entusiasmo e expetativas e passado pouco tempo, a lista já foi esquecida… Assim como os objetivos que julgámos que íamos cumprir.

Pelo menos para uma pessoa, este ano vai ser diferente. Este vai ser o ano.

Vamos partilhar convosco a lista de resoluções de ano novo que poderá transformar qualquer comum mortal num dorminhoco modelo. Um verdadeiro exemplo a seguir na comunidade de adoradores do sono e dos inseparáveis da cama.

Imprimam a nossa lista de resoluções de ano novo e levem-na para todo o lado. 2016 é o ano que vamos converter todos os dorminhocos à nossa causa. Já sabem o que costumam dizer… Se não conseguem vencê-los, juntem-se a eles!

1. Ir para a cama mais cedo


E desta vez, é a sério. 

Não há desculpas. Já chega de ficar a noite toda no sofá a dar cabeçadas para o ar. Chega de acordar com olheiras na manhã seguinte, a desejar ter dormido só mais um bocadinho. 

Sabiam que dormir menos de 6 horas por noite a longo prazo reduz a expectativa média de vida? Isto não é brincadeira, e muito menos uma perda de tempo. O corpo precisa mesmo deste tempo de sono para se regenerar.

Respeitem o número de horas que devem dormir de acordo com a vossa idade e as necessidades do vosso corpo. Dormir é bom e faz bem, e temos uma comunidade inteira de dorminhocos prontos para o provar.

2. Começar a praticar desporto

Não interessa o quê: interessa que se mexam. Levantem esse corpo dorminhoco e preguiçoso do sofá e da cama e pratiquem algum desporto que vos faça sentir bem e felizes.

Pensem bem nas vantagens de praticar desporto: o coração fica mais forte, as toxinas e gorduras são eliminadas, a pele fica mais bonita e incontáveis hormonas "boas” começam a circular pelo nosso corpo, deixando-nos mais bem dispostos e com mais energia.

Correr ao ar livre, passear na praia, passear o cão, dançar até não sentirem as pernas… Mexam-se. O corpo e a mente vão agradecer — e o vosso sono também.

3. Comer melhor

Nada de saltar refeições! Aprendam a distribuir as refeições ao longo do dia e alimentem-se a cada 3 horas para evitar a sobrecarga em algumas refeições — especialmente na hora de jantar. 

Da próxima vez que forem ao supermercado, prefiram alimentos integrais, frescos e biológicos em vez de gorduras e hidratos saturados. Os alimentos frescos e integrais demoram mais tempo para serem digeridos, e fazem com que tenhamos menos fome entre refeições. 

Para além disso, há uma série de alimentos que devem comer ao jantar para melhorar a qualidade do sono.

4. Comprar um colchão novo

Já andam a adiar o inevitável há tempo suficiente, não acham? Um bom colchão é essencial para a qualidade do vosso sono e para evitar problemas de dores de costas. 

De látex, viscoelástico ou de molas… Hoje em dia as opções são muitas e variam de acordo com as vossas necessidades. 

Acham que não são razões suficientes para comprar um bom colchão? Depois não digam que não vos avisamos quando gastarem uma fortuna em fisioterapia ou massagens às costas que não funcionam. Vão pelos especialistas: um bom colchão é meio caminho andado para acabar com as insónias.

5. Fazer umas mudanças no quarto

Já não aguentam ter uma parede de cada cor nem aquela carpete felpuda que raramente é aspirada? 

Ter um quarto limpo e de decoração simples cria um ambiente muito mais relaxante e equilibrado do que um quarto com muita informação visual. 

Se quiserem aproveitar alguns objetos e mobílias, há muitas dicas DIY — Do It Yourself — que podem seguir para renovar a vossa decoração.

Para além disso, se dormirem com os vossos animais de estimação, a acumulação de pêlos e de pó também é um íman para monstrinhos e ácaros indesejados. Recomendamos que aspirem e façam uma limpeza no quarto pelo menos uma vez por semana.

6. Deixar de dormir com o telemóvel no quarto

Se costumam acordar a meio da noite sempre que recebem uma mensagem ou uma notificação das redes sociais… Temos um problema. 

Quando verificam o telemóvel, a luz brilhante e azulada dos telemóveis interfere com o ritmo natural do vosso corpo e leva o cérebro a acreditar que já é de dia. Conclusão? Custa-vos muito mais a voltar a adormecer e a pegar no sono.

Se usam o telemóvel como despertador ou se utilizam alguma app para monitorizar o sono, coloquem-no em modo de voo para não interferir com as vossas noites. 

Prontos para mudar a vossa vida? O caminho para as boas noites de sono está prestes a começar!

Gostar Partilhar