11 Mar 2016 1801
Clube do Sono
#adoroaminhacama #alimentacao

Muitos dorminhocos se questionam se existe alguma ligação entre as horas de sono e o peso. A resposta é dada pelos especialistas e não podia ser mais clara: sim, as horas que passamos a dormir também influenciam o nosso peso. Vamos descobrir porquê?

Porque é que dormir pouco engorda?

De acordo com um estudo de uma Universidade nos Estados Unidos, 5 dias de sono limitado são suficientes para levar a um aumento de peso de até 1 quilo. Isso mesmo, caros dorminhocos — se não andam a dormir o número de horas suficientes para a vossa idade, a vossa balança pode estar a dizer a verdade.

Na prática, esse défice de sono pode-nos levar a comer mais do que precisamos, especialmente nos horários em que devíamos estar rendidos ao nosso colchão.

Nós explicamos: quem passa mais horas acordado, embora gaste mais energia, acaba por comer mais e ingerir mais calorias do que aquelas que gasta, especialmente à noite. Da próxima vez que a fome vos atacar antes de irem para a cama, não se esqueçam de verificar quais são os snacks mais saudáveis para comerem antes de dormirem!

Dormir pouco diminui a capacidade do corpo queimar calorias

Dormir menos faz-nos consumir mais calorias, mas não é só isso: também reduz a capacidade do corpo as queimar. A falta de sono aumenta os níveis de grelina — a hormona da fome — conhecida por nos provocar uma vontade incontrolável de atacar o frigorífico. 

Além disso, estamos constantemente a sentir o corpo cansado e arranjamos desculpas para não praticar atividades físicas nem ir ao ginásio.

Dormir pouco faz-nos comer mais gorduras

Quando dormirmos menos horas e somos confrontados com batatas fritas, bolos de pastelaria, pizza e salgados, o nosso cérebro vê nestes alimentos uma excelente maneira de compensar as poucas horas dormidas. Para além disso, já foi cientificamente provado que as noites de sono mal dormidas ativam uma zona do cérebro responsável pela sensação de apetite.

Dormir pouco está relacionado com a obesidade

Os jovens e adultos que dormem menos de 7 horas por noite com frequência têm um maior índice de massa corporal, e isso pode estar ligado à produção de grelina e leptina que regulam a sensação de fome. 

E dormir a mais, também faz mal?

Desenganem-se os dorminhocos que se pensavam "livres” deste mal por dormirem mais do que o número de horas suficientes. Está provado que quem dorme de mais tem tendência a engordar mais do que os dorminhocos que não ultrapassam as 8 horas de sono por noite. 

A lição que retiramos destes dados? Todos os dorminhocos têm de aprender a equilibrar os seus horários, procurando deitar e levantar todos os dias à mesma hora. 

Com as noites de sono saudáveis, o corpo e o apetite vão-se adaptar às necessidades calóricas diárias e lidar melhor com as "gordurinhas extra” que ingerimos — mesmo quando dormimos bem!

Gostar Partilhar