03 Mar 2016 22903
Clube do Sono
#alimentacao #dicas

Dormir depois de comer faz mal?

Já se devem ter questionado se dormir depois de uma refeição faz bem. Saibam que provavelmente não foram os únicos, e que esta é uma dúvida mais comum do que aquilo que pensam, com a resposta a variar de pessoa para pessoa.

Barriga cheia de má disposição

A maior parte dos dorminhocos já acordou de manhã, ou até mesmo a meio da noite, com má disposição ou com o estômago às voltas: provavelmente isto aconteceu porque foram dormir logo após a refeição.

 

Mas esse mal estar varia de pessoa para pessoa e do tipo de alimentação que foi feita. Porque se há quem durma sem qualquer problema, há também quem reaja muito mal, com noites mal dormidas e acordares carregados de má disposição.

Dormir a sesta faz bem ou faz mal?

Há especialistas que defendem que devemos realizar a famosa "sesta” e que descansar 20 a 30 minutos após as refeições é extremamente importante — não é dormir, é descansar!

 

Este tempinho precioso ajuda na circulação do sangue pelo aparelho digestivo e consequentemente ajuda à digestão.

 

Mas atenção: a "sesta” é mais vantajosa após o almoço, porque depois do jantar convém esperar uma média de 2 horas para finalmente se entregar ao vale dos lençóis. Isto porque o nosso metabolismo é mais lento durante a noite e por causa disso, a digestão vai ser mais prolongada nesse período, principalmente se a ingestão de alimentos for excessiva e elevada em calorias.

 

Dormir logo após uma refeição pode fazer o corpo acumular reservas de gordura, e pode até levar ao aumento de peso. Durante a noite, optem por alimentos mais leves, com poucas calorias e em quantidades mais pequenas do que aquelas que normalmente ingerem durante o dia. Se fizerem isto, vão ver que as vossas manhãs vão começar a correr melhor!

Dias complicados levam a digestões difíceis

O que normalmente faz com que este problema seja recorrente, é que os dias são duros, longos e stressantes, principalmente devido ao trabalho. Quando chegamos finalmente a casa, vamos cheios de vontade de devorar tudo o que nos aparecer à frente, principalmente alimentos calóricos e reconfortantes que nos fazem distrair das chatices do dia.

 

Pensem duas vezes antes de atacar o frigorífico: isto pode levar a um aumento de peso, a uma digestão mais prolongada, e na pior das hipóteses, a uma noite mal dormida, por isso não o façam!

Aproveitem o tempo da digestão

É muito importante que esperem pelo menos 2 horas após qualquer refeição para favorecer a digestão e evitar distúrbios no sono.

Aproveitem esse tempo para fazer outras atividades relaxantes e vão ver que na altura de dormir, vão abraçar a vossa almofada como se não houvesse amanhã.

 

Sabemos ainda que a ingestão excessiva de alimentos favorece o aparecimento da azia. A posição em que estamos deitados beneficia esse refluxo, causa desconforto e provoca aquela horrível sensação de ardor que é tão desconfortável.

 

À hora de jantar, evitem alimentos como cebola, chocolate, pimenta, alimentos gordurosos, picantes, alho, tomate e fritos. Podem acordar com azia e com aquele mau humor que se prolonga durante todo o dia — e nenhum dorminhoco que se preze gosta disso!

Gostar Partilhar