03 Jun 2016 89
Clube do Sono
#adoroaminhacama #clubedosono #dicas

Se formos privados dessa necessidade básica, o nosso humor e comportamento alteram-se e a tendência para o aparecimento de doenças crónicas aumenta.

Hoje em dia facilmente passamos de um extremo para o outro. Se numa noite não dormimos o suficiente, na outra dormimos 10 horas para compensar. 

Mas ao contrário do que pensámos, dormir muito não é o mesmo que dormir bem. Estudos recentes afirmam que dormir muitas horas pode estar associado às mesmas doenças e problemas de dormir pouco.

Se sente constantemente necessidade de dormir mais de 9 horas por noite sem perceber o motivo, peça ao seu médico para fazer um check-up: ele pode ajudar a perceber porque é que se sente tão cansado.

Seja qual for a causa, bons hábitos de sono são essenciais para o ajudar a dormir bem. Os especialistas dão algumas dicas úteis para dormir melhor:

  • Tenha horários fixos para deitar e acordar todos os dias;
  • Estabeleça uma rotina regular de relaxamento antes de dormir — um banho quente ou ouvir música relaxante podem ajudar;
  • Evite ler ou ver televisão na cama;
  • Pratique exercício físico com regularidade;
  • Limite o consumo de cafeína a partir das 14h;
  • Não beba álcool antes de dormir — apesar de muitas pessoas o considerarem um sedativo, pode interferir com a qualidade do sono;
  • Certifique-se que a sua cama é confortável e o seu colchão é adequado para si — um bom colchão e almofada podem fazer a diferença,
  • Não faça sestas demasiado longas durante o dia.

Ainda há muito para aprender sobre a duração do sono e de que maneira é que dormir demasiado afecta a saúde. Ao contrário das insónias, o problema de dormir muito não é tão comum mas continua a merecer toda a atenção. 

Mas se tem uma vida saudável, dorme bem naturalmente e simplesmente gosta de dormir, relaxe e aproveite o seu descanso. 

Gostar Partilhar