22 Mar 2019 60
#clubedosono #colchao #decoracao #dicas

Sofre de Insónia? Exercite-se!

Sofre de Insónia? Exercite-se!


Se sofre de insónias ou tem dificuldade em dormir bem, saiba que a prática de exercício físico pode trazer inúmeros benefícios. Para além de o ajudar a livrar-se do stress e ansiedade, uma sessão de exercício físico vai ajudá-lo a ter uma noite de sono mais tranquila.


As muitas tarefas a cumprir no dia-a-dia, o stress do trabalho e outros afazeres pessoais e familiares não lhe deixam tempo para fazer exercício físico?

São mais que conhecidos os benefícios da atividade física, inclusive no combate às insónias e outros transtornos de sono. E o melhor de tudo é que não necessita assim de tanto tempo. Seja uma tarefa doméstica, um leve exercício de yoga ou uma atividade aeróbica mais exigente, o que interessa é começar a introduzir alguns hábitos de exercício físico no seu dia. Isso, aliado à escolha de um bom colchão, e uma boa almofada, vai fazer maravilhas pelo seu sono.



A melhor hora para treinar

As manhãs e tardes são as melhores alturas do dia para fazer exercício físico. O treino ajuda à libertação de endorfinas, que fazem aumentar os níveis de adrenalina, o que pode causar dificuldades ao tentar adormecer. Se não tiver tempo para treinar durante a manhã ou tarde, tente pelo menos não treinar três horas antes de se deitar.


Modalidades para todos os gostos

Os exercícios aeróbicos, como a caminhada, corrida, natação ou bicicleta, são os melhores para combater a insónia. O recomendado é que faça este tipo de exercício entre 3 a 4 vezes por semana, durante 20 ou 30 minutos de cada vez.

No entanto, se preferir outro tipo de modalidades, também pode incluí-las na sua rotina de exercício físico. Deixamos-lhe alguns exemplos:


  • Pilates: O Pilates é uma modalidade cujos exercícios têm foco na zona abdominal, lombar e pélvica, mas que ajuda a fortalecer todo o corpo. A prática de Pilates alonga os músculos e flexibiliza as articulações, enquanto se mantém a concentração na respiração. Ao fim de algumas aulas irá sentir uma maior vitalidade, e caso tenha problemas ao dormir, o mais provável é que estes desapareçam.


  • Yoga: Exercícios como os de Yoga ajudam-no a respirar de forma correta enquanto aumenta a agilidade e melhora a concentração. Para além de se sentir com mais força e energia, a sensação de relaxamento física e mental é muito grande, o que o ajudará não só na altura de dormir mas também na diminuição do stress e ansiedade. Existem várias vertentes de Yoga, mas se nunca experimentou o importante é que tenha a mente aberta e não se preocupe, pois as posições clássicas são simples de executar.


  • Natação/Hidroginástica: Estar dentro de água é, por si só, uma atividade relaxante. Atividades como a hidroginástica ou natação proporcionam um estado de relaxamento e libertação que o vão ajudar na altura de adormecer. Os exercícios aquáticos também melhoram a circulação sanguínea e ativam o metabolismo.




Adapte o treino à sua rotina

Não é fã de ginásios nem de exercício? Há sempre ajustes que pode fazer para que mantenha alguma atividade física, mesmo que não faça exercício. Opte por usar as escadas em vez do elevador, em distâncias curtas prefira caminhar a usar o carro e saiba também que tarefas domésticas como limpar e aspirar a casa também contam para a perda de calorias. Ah, e não se esqueça: alie a uma boa rotina de exercício físico um bom colchão e às almofadas ideais para que repouse com o máximo conforto.





Gostar Partilhar