Guia para escolher o seu colchão

Aconselhamo-lo sempre a passar por uma das lojas Colchaonet para ouvir os conselhos dos nossos especialistas, mas se pretende fazer uma pesquisa prévia online, não se deixe assustar pela quantidade de informação, opiniões e recomendações que poderá encontrar na web. Neste artigo explicamos-lhe o que precisa de saber sobre os principais tipos de colchões disponíveis no mercado.


1 - Colchão de Molas

 

Apesar de serem dos colchões mais antigos e tradicionais - existem desde o início do século XX - os colchões de molas são os que têm tido uma maior evolução. São constituídos a partir de molas que comprimem quando se coloca peso sobre elas e o número, formato e tamanho pode variar. Inicialmente eram utilizadas molas de fio contínuo, mas entretanto surgiram as molas ensacadas, que permitem uma maior adaptação ao corpo, mantendo o conforto e comodidade mesmo quando duas pessoas de pesos muito diferentes estão no mesmo colchão.


Este é, aliás, o tipo de colchão mais indicado para quem procura firmeza e maior suporte. É também um dos tipos de colchões mais frescos, devido ao ar que circula entre as molas. Apesar de ter uma durabilidade relativamente longa, o colchão de molas deve ser trocado quando começar a sentir uma maior elasticidade e ressalto ao deitar-se.



2 - Colchão de Espuma de Memória ou Viscoelástico

 

Sabia que a espuma de memória foi inventada pela NASA na década de 60? Entretanto, este material foi adotado em diversas aplicações comerciais, como colchões, almofadas, cobertores e até calçado ou mobília.

 

Ao deitar-se num colchão viscoelástico terá a sensação de se estar a "afundar”, ou a ser aconchegado. Ao colocar o peso do corpo neste tipo de material ele assume a sua forma e regressa lentamente à forma inicial quando o peso é retirado. Este tipo de colchão distribui o peso do corpo uniformemente, e graças ao seu suporte e suavidade é a opção ideal para quem dorme virado para o lado ou quem tem dores no corpo. Os colchões viscoelásticos contribuem, inclusive, para a cura de lesões, visto que não colocam pressão em zonas dolorosas do corpo. Para além disso, estes colchões são feitos de um material resistente aos alergénios. 


3 - Colchão de Latéx


Proveniente da seiva da árvore da borracha, o latéx é um material natural, ideal para quem procura uma alternativa eco-friendly. Os colchões de latéx são bastante populares graças à sua durabilidade e conforto. O seu material é semelhante à espuma de memória, proporcionando uma sensação de aconchego e suavidade. No entanto, o ressalto é maior nos colchões de latéx. Estes são também os melhores colchões para quem tem alergias ou asma. 


4- Colchão HR


Os colchões High Resilience (Elevada Resistência) são feitos a partir de um material de espuma que garante a elevada durabilidade do colchão - até cerca de dez anos. Este tipo de colchões oferece um nível de contorno do corpo mais elevado do que os viscoelásticos, uma grande elasticidade e ótimo suporte. O colchão é feito a partir de uma espuma que distribui a pressão por toda a superfície e que faz com que o colchão bloqueie a transferência de movimento de uma pessoa para a outra. Esta é, assim, a opção de colchão ideal para quem dorme com um parceiro que se mexe muito.


5 - Colchão de Água

 

Embora já tenha passado o seu pico de popularidade, os colchões de água foram evoluindo e tornando-se mais confortáveis, ainda que não estejam no pico das preferências dos compradores. Este tipo de colchões proporciona uma elevada sensação de relaxamento, e em alguns deles é possível personalizar a reação da água ao peso e movimento do corpo. Em contrapartida, estes colchões são muito pesados, difíceis de transportar e demoram bastante tempo a preparar.


Gostar Partilhar