27 Out 2015 208
Clube do Sono
#adoroaminhacama #dicas

Sabiam que as rotinas que envolvem o sono são fundamentais para o crescimento saudável do bebé... e para o bem-estar de toda a família?

Pensem connosco: para além de ajudarem a desenvolver as competências sociais e emocionais do vosso filho, as crianças sem rotina de sono têm mais problemas de comportamento. Não acreditam?

Quem o diz é um estudo britânico sobre o sono publicado na revista Pediatrics. Por incrível que pareça, a falta de uma rotina de sono numa criança provoca os efeitos semelhantes ao jetlag para um adulto. Conseguem imaginar como será passar o dia com aquela sensação de horários trocados?


Consequências de dormir pouco e mal

Para além da irritação e do comportamento mal humorado do vosso filho, ele também poderá vir a sofrer de problemas de concentração, baixo rendimento na escola, alterações no apetite, ansiedade e perturbações no seu comportamento.

Até por volta dos 11 anos de idade, os pais têm um papel fundamental na higiene do sono dos filhos: ajudam-no a criar uma rotina mas também a estabelecer e respeitar os seus próprios ritmos de descanso. 

A tarefa de ensinar os mais novos a dormirem sozinhos e às horas estabelecidas pelos pais pode ser uma verdadeira batalha, mas no final é muito compensadora ver o vosso pequeno dorminhoco a dormir feliz e tranquilo na sua cama.

As necessidades de sono também se alteram

O ritmo e as horas de sono alteram-se ao longo da vida, e variam de acordo com a faixa etária e o desenvolvimento da criança. Se um recém-nascido dorme entre 11 e 14 horas por dia sem distinção entre o dia e a noite, numa criança entre 1 e 5 anos de idade, as horas de sono diminuem bastante. 

Vamos criar uma boa rotina de sono para os mais novos?

Sirvam o jantar 2 horas antes de dormir para dar tempo de digerir a refeição e para começar a diminuir, aos poucos, o ritmo da casa;

— Ajudem o vosso pequeno dorminhoco a tomar um banho quente antes de dormir para o relaxar;

Troquem a televisão, os tablets e os jogos de consola por brincadeiras mais calmas ou a leitura de um livro;

— Já de pijama vestido e deitado na sua cama, sirvam-lhe um copo de leite morno com mel e experimentem contar uma história ou colocar uma música tranquila;

Não se esqueçam que por muito que o vosso pequeno dorminhoco demore a adaptar-se à sua rotina de sono, é importante que a siga para se sentir seguro e confortável na sua própria cama. E para os pais… é descanso garantido no seu colchão.

Gostar Partilhar