20 Jan 2020 998
#almofada #clubedosono #diy

Hábitos de dormir à volta do mundo

Os hábitos de sono são influenciados pelo ambiente, cultura, clima, tradições e normas sociais de cada país. Ainda assim, independentemente do país onde se mora, podem sempre adotar-se normas de outros locais do globo que se considerem saudáveis ou que apresentem potencial para melhorar a qualidade de vida. 


MÉXICO: MEDITAR ANTES DE DORMIR 

Meditar ou rezar antes de dormir pode conduzir a um sono de maior qualidade. Com base num estudo realizado em 2013 concluiu-se que 62% dos mexicanos reza ou medita antes de se deitar. De acordo com a Universidade de Harvard, fazer algum tipo de exercício para acalmar antes de dormir pode conduzir a uma menor probabilidade de sofrer de insónia, fadiga ou depressão. Meditar é uma forma de clarificar a mente e despejá-la de todos os encargos do dia. Desligue-se dos seus pensamentos e deposite toda a concentração na sua respiração e no seu corpo: isto permitirá criar uma separação entre o resto do dia e a hora de dormir e poderá aliviar tensão física. Não se esqueça que, independentemente da sua rotina, ter um colchão de qualidade é essencial para garantir um bom descanso: colchaonet.com.


A SIESTA ESPANHOLA

A siesta espanhola é um hábito comum depois de almoço e os seus benefícios são conhecidos: não só aumenta a criatividade, produtividade e sentido de alerta, como também diminui o cansaço e como consequência melhora o humor. Para comprová-lo, muitos são os estudos desenvolvidos: na NASA as sestas permitem uma performance dos pilotos aperfeiçoada em 34% e o estado de alerta em 54%. Já um estudo da Universidade de Harvard demonstra que quem faz sestas com regularidade está significativamente menos propenso a morrer devido a problemas cardíacos. 


Porque sentimos sono depois de almoço? 

Nesta altura do dia o corpo está mais relaxado e o cérebro mais lento uma vez que, por causa da digestão, parte do fluxo sanguíneo é desviado para o estômago.

A duração ideal de uma sesta é entre 20 a 30 minutos: mais do que isso poderá resultar em falta de sono à noite. Muitas são as empresas que atualmente apostam nos benefícios da sesta, criando espaços dedicados ao descanso dos empregados. As melhorias no rendimento, desempenho cognitivo, capacidade de aprendizagem e concentração dos empregados alimenta a evolução da empresa como um todo. 


NORUEGA: SESTA NA RUA

Em países da Escandinávia como a Noruega ou a Suécia, é comum encontrar bebés a dormir nos seus carrinhos na rua em pleno inverno, enquanto os pais tomam café ou fazem compras: os altos índices de segurança destes países contribuem para este hábito. Nesta zona nórdica, as pessoas vivem de acordo com a máxima "não existe mau tempo, apenas roupa errada”, e por isso todo o tempo que consigam passar na rua é valorizado. Esta prática saudável aposta nos benefícios do ar puro para as crianças e a sesta na rua também é uma prática amplamente adotada em creches. Acredita-se que as crianças dormem melhor à noite depois de uma sesta em temperaturas baixas, expostas ao ar fresco. 


JAPÃO: INEMURI

Já ouviu falar de inemuri? Esta prática japonesa significa "estar presente mesmo durante o sono” ou seja, fechar os olhos sem adormecer profundamente mantendo-se alerta em relação ao que o rodeia. 

O inemuri é socialmente aceite, e é por isso comum ver pessoas a praticá-lo em todo o tipo de locais públicos: no metro, no local de trabalho, em salas de aula, em centros comerciais.

Ao invés de ser visto como um ato de preguiça, numa cultura onde o ritmo de trabalho é frenético, o inemuri é interpretado como um sinal de esforço e dedicação extremas ao trabalho ou aos estudos. A pequena pausa é por isso mais do que merecida e tolerada. Os benefícios são muitos: ajuda a clarificar a mente, beneficia a concentração, melhora o desempenho cognitivo e o aproveitamento no resto do dia.


GUATEMALA: AS "BONECAS DA PREOCUPAÇÃO” 

Na tradição do Guatemala, uma "boneca da preocupação” é uma pequena estatueta feita à mão com materiais como madeira ou arame, envolvida em fios de tecido que se assemelham à roupa tradicional maia.

De acordo com a tradição, se a pessoa tiver medos, stress ou preocupações que perturbem o sono, deve contá-las às pequenas bonecas. Estas são colocadas debaixo da almofada e absorvem todos os pensamentos negativos, de modo a que a pessoa possa desfrutar de uma noite tranquila de sono e acordar na manhã seguinte despreocupada. 

Esta prática é sobretudo usada com crianças, e permite um sono relaxado e livre de inquietações, que foram "magicamente” removidas pelas bonecas no decorrer da noite. Por vezes os pais retiram as bonecas que se encontram debaixo da almofada para reforçar  ideia de que as preocupações também desapareceram.


COMO SE DORME EM PORTUGAL?

Por cá, dorme-se pouco e mal: cerca de metade dos portugueses dorme menos de 6h por noite, o que traz consequências nefastas para a saúde. Uma das principais causas que conduz a maus hábitos de sono são os elevados níveis de stress, preocupações relacionadas com dinheiro ou trabalho, ou depressões. Adotar por isso hábitos semelhantes aos do povo mexicano pode solucionar este problema: meditar antes de dormir ajuda a descomprimir e a limpar a mente, preparando-a para o descanso. Quando a consciência acerca do estado em que o nosso corpo se encontra aumenta, a atenção depositada em estímulos externos diminui e por isso sentimo-nos mais calmos. 

Independentemente do país onde se mora, é aconselhável adotar hábitos de outras culturas que se enquadrem nas necessidades de cada um. Para contribuir para uma qualidade de sono elevada, é absolutamente imprescindível um colchão e almofada de qualidade: colchaonet.com. Por vezes as pequenas mudanças fazem toda a diferença. Bons sonhos!

Gostar Partilhar